Chamada Escolar, um contrassenso de governantes míopes

Publicado: 19/01/2012 em Coluna Sócio-Econômica

fotoBlogVladimir Soster – SRTE-RO 1060
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook

 

clip_image001

Sou Jornalista e profissional na área de informática desde 1987 e o que descrevo não é baseado em achismo, portanto, afirmo que esta chamada escolar é um contrassenso, uma involução e este problema só se agrava e a “Culpa é do Governo” e dos secretários de educação “Míopes”.

Hoje em dia se alguém se candidata a uma vaga de secretária, tem que ter em seu currículo cursos de informática, mas um governante, e seus secretários? Se acompanharmos as exigências, estes devem no mínimo ter uma equipe de “TI” (Tecnologia da Informação) atuante e atualizada.

Digo “TI” porque toda esta “burrocracia” só serve para provar que todos os secretários de educação só serviram até o momento e acredito que por mais alguns, para deixar os pais e responsáveis de estudantes rondonienses como baratas tontas, fazendo-os passar por sacrifícios desnecessários e indignos as pessoas que trabalham e pagam direta ou indiretamente seus impostos.

Mas ainda fico com uma dúvida. Será que os governantes e secretários realmente são Míopes, ou fazem estas chamadas escolares para não mostrar a realidade. Pois a mídia diz que tem vagas, que as escolas tem ar condicionado, que tem merenda escolar, que tem material didático entre outras melhorias. Mas a realidade nua e crua é muito diferente em várias escolas não anunciadas na mídia onde muitas não têm isso e algumas usam orelhão para poder se comunicar, entre outros problemas que pais, mestres e alunos vivenciam no seu dia a dia.

A solução é o “comprometimento” em dar fim a este problema, mas como fazer? Não é simples e é muito trabalhoso, mas nada que uma boa equipe de TI não possa fazer.

Basta arquitetar um banco de dados com informações de pais, alunos, escolas, professores, séries estudadas e vagas, endereços residenciais, endereços de escolas, proximidade dos endereços, etc. Depois desenvolver um sistema onde permita o cadastro de matrículas e faça relatórios das solicitações e cruze as informações para saber os endereços a proximidade destes e a contabilidade da demanda.

Com um serviço assim, o trabalho da “SEDUC”, não das escolas, é informar aos pais onde o aluno estudará, seja por mensagens de texto em celulares (torpedo), ou ligações telefônicas, ou e-mails.

Que não ousem dizer que pobre não tem computador, que tem pessoas que não sabem lidar com computador, a Receita Federal e as Lan houses estão ai para provar o contrário.

Um serviço assim porá Rondônia na mídia nacional e internacional, porém com dignidade e não é de hoje que eu falo isso.

“Que esta mensagem vá aonde a providencia divina quer que vá”.

Anúncios
comentários
  1. Mario Sergio disse:

    Parabéns pela visão e critica construtiva!
    Estamos construindo um plano de governo para eleição de 2012, gostaria de fazer parte?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s