O HAITI NOSSO DE CADA DIA

Publicado: 17/11/2011 em Notícias

fotoBlogVladimir Soster – SRTE-RO 1060
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook

 

LanchesNeroDono do Lanche Nero de Porto Velho-RO assedia moralmente seu funcionário expondo-o a humilhação pública.

Quem for contra a discriminação, assédio moral, acessem o site http://www.neroslanches.com.br , cliquem no botão “pedidos” e enviem uma mensagem para o dono do estabelecimento como o exemplo abaixo:

meupedido

O texto acima não faz parte da matéria original abaixo deste parágrafo, mas o fato é verdadeiro conforme segue.

2011,11,17,haitieaqui

Por: Wildevan Lima | Rodrigo Figueiredo
http://povodeopiniao.blogspot.com

Numa noite dessas ao chegar de viagem com um grupo de amigos, fomos tomados por uma vontade enorme de alimentar o corpo na busca de repor energias e em seguida descansar para mais um dia de jornada. Como se tratava de 01 hora da madruga, algumas opções já não existiam e diante das que restaram optamos por um rápido pão com qualquer coisa dentro, afinal qualquer lanchonete aberta poderia ter tais ingredientes.

Ao chegar a tal lanchonete, fomos atendidos por um de nossos irmãos haitianos que circulam diariamente em nossa capital, pois bem, este homem de faces cansadas e de uma educação simples, veio, viu e atendeu. Já estávamos relaxados, quando a sequência de acontecimentos nos tirou de estágio de conforto para a total indignação: o primeiro fator foi o modo com o qual o dono do estabelecimento tratava o seu funcionário estrangeiro, tratamento só visto antes na época da escravidão, em segundo plano, a falta de dignidade dispensada aquele ser humano, o mesmo foi tratado como um qualquer e pelos simples fato de não ser um dos “nossos”.

Recebeu como prova de dependência uma humilhação seguida de outra, o que nos chamou a atenção é que aquele homem de aproximadamente 1.80 de altura e de uma certa massa corporal, fez uma cara de criança triste e desamparada, uma expressão de inércia, talvez, pensando que os poucos trocados que ganha naquela lanchonete e que ele certamente manda para os seus lá no Haiti, fariam falta, portanto é melhor ser humilhado e não perder o emprego.

Pois bem, depois desse breve relato, o BLOG POVO DE OPINIÃO, roga a todas as autoridades e a população de um modo geral, que fiscalizem em cada centímetro onde tiver um irmão haitiano trabalhando, na busca de maus tratos, sinais de escravidão e humilhação pública, não é justo com eles, afinal, alguém autorizou sua permanência em nosso país, porem para produzir e não para serem dizimados moralmente, lembrem-se do caso do brasileiro JEAN CHARLES, ficamos indignados com os ingleses e estamos praticando uma violência pior, pois fechar os olhos para tal matança moral não nos torna melhor que a policia britânica, pelo contrário a omissão e igual a deles.

O nosso blog conclama a todos que fiscalizem, deixem de serem clientes das empresas que maltratam nossos irmãos, afinal, estamos em pleno século XXI e tratamos os humildes com a mesma crueldade do século XVIII. Isso é avanço? De que adianta apoiar sem participar, fazer sua parte é no mínimo se importar com as coisas que acontecem ao nosso redor e como bem disse Caetano Veloso em sua canção: O HAITI É AQUI.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s