Arquivo de outubro, 2011

fotoBlogVladimir Soster – DRT-RO 1060
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook

A capacidade e o preparo do candidato da Chapa 1, Manoel Rodrigues da Silva (Manoelzinho), para presidir o Sintero foi reconhecida publicamente pela CNTE – Confederação Nacional dos Trabalhadores em educação, pela CUT – Central Única dos Trabalhadores e por vários outros sindicatos de servidores públicos e de trabalhadores da iniciativa privada.

Além da CNTE e da CUT, Manoelzinho do Sintero tem o apoio do Sindsef (sindicato dos servidores federais), Sindur (Sindicato dos Urbanitários), Senge (Sindicato dos Engenheiros), Sinttel (Sindicato dos trabalhadores em empresas de telecomunicações), Sintect (Sindicato dos trabalhadores nos correios), Senalba (Sindicato dos empregados em entidades de diversos setores), Sitetuperon (Sindicato dos trabalhadores no transporte coletivo), Sintesv (Sindicato dos vigilantes), Seeb (Sindicato dos bancários) e Simporo (Sindicato dos motoristas oficiais).

Todo esse apoio se deve, além do reconhecimento à capacidade do candidato Manoelzinho, à consistência das propostas apresentadas pela Chapa 1, como a luta pela transposição, por um plano de carreira com valorização profissional, pelo pagamento das ações judiciais, entre outras.

Para o candidato da Chapa 1, Manoelzinho do Sintero, o apoio de todas essas entidades significa apoio à causa dos trabalhadores em educação em sua luta por salário digno e valorização profissional.

“São entidades sérias que acompanham a nossa luta no dia-a-dia e sabem que a educação precisa de verdadeiros representantes para obter as conquistas necessárias”, disse Manoelzinho.

O movimento sindical tem a visão de que a luta dos trabalhadores em educação não pode parar, e não deve ser entregue a pessoas sem compromisso.

A CNTE, como entidade nacional representante dos trabalhadores em educação, sempre esteve ao lado do Sintero em todas as lutas, e por isso conhece a capacidade e militância dos trabalhadores em educação de Rondônia.

A CUT, maior central sindical da América Latina, sempre apoiou as reivindicações e as manifestações dos trabalhadores em educação lideradas pelo Sintero.

Todas as entidades que apoiam Manoelzinho expressaram a confiança de que as propostas da Chapa 1 são as melhores para que o Sintero continue a ser a entidade mais combativa do Estado.

Manoelzinho agradeceu às entidades e disse que como presidente do Sintero vai honrar o apoio recebido e o voto dos filiados. “A categoria está confiante no nosso trabalho. Por onde tenho andado tenho recebido inúmeras manifestações de apoio. Vou transformar todo esse apoio em luta colocando em prática as nossas propostas”, disse.

fotoBlogVladimir Soster – DRT-RO 1060
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook

 

Dennis Ritchie (direita) recebendo o Prêmio Japão pela criação do sistema Unix em maio de 2011 (Foto: Denise Panyik-Dale/Creative Commons)Programador americano tinha 70 anos e morreu em casa.
‘Contribuições foram tão grandes quanto as de Steve Jobs’, diz amigo.

O programador de computadores Dennis MacAlistair Ritchie, mais conhecido como Dennis Ritchie ou “dmr”, morreu aos 70 anos em sua residência nos Estados Unidos. Ritchie foi um dos criadores do sistema operacional Unix e da linguagem de programação C, recebendo pelas suas contribuições o prêmio Turing em 1983, a medalha nacional de tecnologia dos Estados Unidos em 1999 e o Prêmio Japão para Informação e Comunicação em 2011.

A informação sobre a morte de Ritchie foi divulgada pelo também programador e funcionário do Google Robert Pike, que trabalhou com Ritchie no sistema operacional Unix.

“Ele era um homem quieto e reservado, mas era também meu amigo e colaborador. O mundo perdeu uma grande mente”, lamentou Pike.

Contribuições
Para o ex-funcionário da Microsoft, programador e professor de Direito em Nova York James Grimmelmann, “as contribuições de Ritchie são tão grandes quanto as de [Steve] Jobs, apenas menos visíveis”.

Ritchie criou a linguagem de programação C para que programadores pudessem criar softwares capazes de funcionar em mais de um tipo de computador ou plataforma. Até 1970, muitos programas de computador eram criados em linguagens consideradas de “baixo nível” que eram completamente dependentes do computador em que seriam usadas.

A linguagem C servia para criar uma camada entre o computador e o programador, permitindo que um mesmo código fosse “traduzido” para processadores e computadores diferentes. A linguagem foi criada para o sistema operacional Unix, que estava sendo desenvolvido na década de 1970 na Bell Labs da AT&T.

O Unix é a base de vários sistemas operacionais modernos, inclusive o Linux, que é usado no sistema Android para celulares, e o BSD, que por sua vez é base para o Mac OS X, usado pela Apple.

O estilo e a sintaxe da linguagem C, por sua vez, serviram como base para muitas outras. O livro original sobre a linguagem C, “The C Programming Language”, escrito por Ritchie e seu colega Brian Kernighan, é considerado uma “bíblia” para desenvolvedores de programas de computador. Devido ao nome de seus autores, a publicação é frequentemente chamada de “K&R”.

Originalmente desenvolvida em 1973, a linguagem C ainda está entre as mais populares para programadores.

fotoBlogVladimir Soster – DRT-RO 1060
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook

 

Garanta que sua máquina será desligada

Se você gosta de deixar sua máquina ligada a noite para processos automatizados ou precisa agendar tarefas como reinício ou logoff do computador, o gratuito Windows Reboot é uma boa alternativa, exigindo apenas o .NET Framework instalado. Vamos conhecê-lo neste tutorial do BABOO.

01. Você pode agendar a ação de duas formas. Na guia Fixed Date, você escolher uma data e horário específico para a ação.

02. Já a guia Delay permite que você escolha um prazo para contagem regressiva.

03. Logo abaixo, em Action Type, você deve decidir o que será feito, como travar o computador (Lock Computer), fazer logoff (Log Off), dormir (Sleep) e reiniciar (Restart).

04. Para iniciar a contagem regressiva, clique em Start timer. Para pará-la, clique em Stop timer. Para garantir que os programas abertos não barrarão a ação selecionada (como desligamento), marque Force closing programs antes de iniciar a contagem regressiva.

Faça o download deste tutorial em PDF

fotoBlogVladimir Soster – DRT-RO 1060
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook

 

Que tal usar um pen-drive como forma de travar seu computador? O gratuito Password Booster Screen Lock permite usar pen-drives como ‘chaves’, travando o PC se o mesmo não estiver conectado.

01. Quando o software está em funcionamento, basta clicar em seu ícone na bandeja do sistema para ativá-lo ou desativá-lo. Se você clicar com o botão direito, poderá configurá-lo.

02. Basicamente, quando o software estiver ativado, você deve clicar em Setup para adicionar ou remover pen-drives.

03. Você deve escolher se um pen-drive será adicionado (Enroll a flash drive) ou removido (Un-enroll a flash drive) e, após a escolha, colocar o pen-drive na máquina. Se você estiver adicionado o aparelho, um arquivo será criado no mesmo.

Após o procedimento, você deve removê-lo e recoloca-lo na máquina, para que a proteção do Password Booster Screen Lock entre em vigor.

04. A partir de agora, quando o pen-drive for removido, a tela simplesmente travará, e você deverá colocar o pen-drive de volta à máquina para continuar usando-a. Se você clicar em Unlock using your Windows password, poderá usar a senha do Windows normalmente para tal.

Faça o download deste tutorial em PDF

fotoBlogVladimir Soster – DRT-RO 1060
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook

Capacidade pode ser aumentada em até seis vezes

Os cientistas da Agência para Ciência, Tecnologia e Pesquisa (A*STAR), em conjunto com a Universidade Nacional de Cingapura e com o Data Storage Institute descobriram que ao adicionar sal de cozinha comum em uma solução usada durante a criação dos discos rígidos, a capacidade de armazenamento é aumentada em até seis vezes.

Este avanço significa que drives com 1 TB de capacidade hoje poderão no futuro armazenar até 6 TB com o mesmo tamanho físico e formato.
O sal causa este aumento na capacidade por que ele força os bits a formarem padrões previsíveis e organizados no disco rígido.

O segredo está na solução salina. Usando um método de produção já existente, os cientistas descobriram que a adição do sal de cozinha produz nanoestruturas altamente definidas sem a necessidade do uso de equipamentos mais complexos e caros.

Este método baseado na solução salina foi inventado pelo Dr. Joel Yang quando ele estudou no Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Dr. Yang, disse à AFP que esta solução oferece um alto contraste. Ela permite a visualização de estruturas que normalmente apareceriam borradas.

Embora este método ainda esteja em estágio de desenvolvimento, Dr. Yang acredita que ele será adotado pela indústria até 2016, quando as técnicas atuais para fabricação de discos rígidos atingirão seu limite.

Vídeo analise do Windows 8

Publicado: 15/10/2011 em Microsoft

fotoBlogVladimir Soster – DRT-RO 1060
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook

Por Danilo Amoroso / Baixaki

O Windows 8 está mais do que oficializado. A Microsoft disponibilizou o download da versão Developer Preview, para aqueles mais ansiosos já conhecerem o básico do que vem por aí.

fotoBlogVladimir Soster – DRT-RO 1060
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook

 

O Internet Explorer 10, o navegador padrão do Windows, que veio para mostrar do que é capaz. Confira abaixo o Vídeo (em português)