Arquivo de fevereiro, 2010

Novo UNO 2010

Publicado: 27/02/2010 em Carros & Motos

Vladimir Soster

O novo Fiat Uno não esconde mais a vontade de aparecer. Após ter a dianteira revelada em uma foto do INPI descoberta pelo blog Novidades Automotivas, agora o mesmo blog mostra as primeiras imagens da versão aventureira, que teve um dos protótipos flagrados.

As linhas gerais são as mesmas já apresentadas nas projeções de Autoesporte, mas as novidades ficam por conta das rodas exclusivas, do rack no teto e das partes plásticas da carroceria sem pintura, como para-choques e para-lamas. Os faróis terão máscara negra, enquanto os pneus serão de uso misto. Se mantiver a vocação do Mille Way, a suspensão deverá ser ligeiramente elevada em relação à versão “normal”.

O lançamento deverá ser junto ou logo depois do Uno, que chega em maio. Com preço a partir de R$ 27 mil e os motores previstos são 1.0 e 1.4. Além da versão aventureira, haverá também a Sporting, com detalhes esportivos na carroceria e na cabine. Clique aqui para ver com mais detalhes, fotos do interior do carro, que revelam bancos, painel e volante. e aqui para ver a versão aventureira para o compacto, chamada “Way”. Esta contará com rodas exclusivas, rack de teto, partes plásticas sem pintura aplicadas na carroceria, faróis com máscara negra e pneus de uso misto.

 

João Kleber Amaral

Grade com três "quadradinhos" será um dos elementos de maior identificação do carro

João Kleber Amaral

As lanternas elevadas são semelhantes às do Fiat Punto

Anúncios

Vladimir Soster

Registro em cores reais reúne meses de observações.
Link permite baixar imagem em resoluções maiores.

 

Nasa/Reprodução

‘Blue Marble’ – Acima, a melhor foto da Terra já produzida (Reto Stöckli NASA Goddard Space Flight Center Robert Simmon MODIS Land Group MODIS Science Data Support Team MODIS Atmosphere Group MODIS Ocean Group USGS EROS Data Center USGS Terrestrial Remote Sensing Flagstaff Field Center Defense Meteorological Satellite Program)

A imagem acima é a mais detalhada, em cores reais, da Terra. Usando uma coleção de registros captados por satélite, cientistas e profissionais de imagem fundiram meses de observações da superfície terrestre, oceanos, gelo marítimo e nuvens em um mosaico de cada km² do planeta.

Clique aqui para baixar a imagem Original

Vladimir Soster

‘YouTube Disco’ permite encontrar conteúdo específico e montar set list.
Videoclipes passam automaticamente em sequência, sem interrupções.

 

O YouTube começou a testar um novo recurso chamado “Disco” que permite encontrar conteúdos relacionados a artistas ou músicas, bastando ao usuário digitar o nome desejado em um campo de busca, para, a partir daí, montar uma set list.

Foto: Reprodução

 

Os clipes presentes na lista vão passando em sequência, automaticamente, sem necessidade de qualquer ação do usuário. A ferramenta também permite fazer um mix de músicas em listas de reprodução.
Também chamado de “Projeto Descoberta da Música”, o “YouTube Disco” foi criado para motivar os usuários a permanecer no site de compartilhamento de vídeos por mais tempo, de acordo com a “CNet”.
As centenas de milhões de usuários do YouTube gastam uma média de 15 minutos por visita no site, e a expectativa com o novo serviço é de que esse público possa passar mais tempo na página. 

IBM demonstra chip com 100GHz

Publicado: 26/02/2010 em Hardware

Vladimir Soster

Chip foi criado usando uma folha de grafeno extremamente fina

Pesquisadores da IBM anunciaram um marco no desenvolvimento do design de transistores de alta velocidade com a criação de um chip com frequência de 100GHz.
O transistor criado pelos pesquisadores é relativamente grande, com uma ‘porta’ de 240 nanômetros, e a velocidade deve aumentar conforme o tamanho da porta for diminuindo.

O transistor desenvolvido pela IBM explora as propriedades de uma folha de átomos de carbono com espessura de um átomo criada em um substrato de silício. Esta folha extremamente fina, chamada grafeno, tem uma estrutura hexagonal, lembrando favos de mel:


Estrutura hexagonal do grafeno

O grafeno já é conhecido há muito tempo por ter uma mobilidade de elétrons excepcional, mas é resistente à criação de ‘band gaps’, zonas livres de elétrons necessárias para que os transistores funcionem como switches ‘ligar/desligar’. Entre os marcos da equipe de pesquisadores da IBM está a criação destes ‘band gaps’ no transistor baseado em grafeno.

Em uma nota oficial da IBM Research, o Dr. T.C. Chen disse: "Uma das principais vantagens do grafeno está nas altas velocidades com que os elétrons se propagam, o que é essencial para a criação da próxima geração de transistores de alta performance e alta velocidade. Este marco que anunciamos demonstra claramente que o grafeno pode ser usado para a produção de dispositivos de alta performance e circuitos integrados".

De acordo com a pesquisa da IBM, a chave para isso está no que a empresa chama de "camada de polímero interfacial", que separa a folha de grafeno do restante do conjunto.
De acordo com a IBM, o transistor de grafeno foi capaz de atingir 100GHz com a sala em sua temperatura normal. Com uma temperatura mais baixa, os pesquisadores acreditam que podem atingir uma performance ainda maior.


Arte conceitual do transitor criado pelos pesquisadores

Vladimir Soster

Engenheiros da NEC criaram uma nova técnica que permite aumentar a velocidade de transferência de dados do padrão USB 3.0. A nova tecnologia permite que a velocidade do USB 3.0 suba dos atuais 5Gb/s para impressionantes 16Gb/s, suficiente para transferir um DVD ou Blu-ray em poucos segundos.
O USB 3.0 utiliza algumas técnicas de equalização para aumentar a estabilidade do sinal, permitindo que os dados sejam transferidos mais rapidamente sem que sejam corrompidos. E com a nova tecnologia da NEC, o que já era rápido ficou mais rápido ainda.

Embora a nova tecnologia da NEC exista atualmente apenas na forma de protótipos, ainda levará um bom tempo até que ela chegue ao mercado. O próximo passo da NEC é enviar detalhes da nova tecnologia para o USB Promoter Group, responsável pelo padrão USB, para que ela possa receber permissão para vender dispositivos baseados na tecnologia.


Placa de expansão com duas portas USB 3.0

Vladimir Soster

9 terabytes de dados em menos de 20 minutos

A IBM anunciou o desenvolvimento de um novo algoritmo matemático que pode permitir a análise de terabytes de dados brutos em poucos minutos.
O novo algoritmo, desenvolvido por pesquisadores da IBM em seu laboratório na Suíça, pode relacionar, classificar e analisar milhões de conjuntos de dados aleatórios.

Nos testes realizados com ele, o supercomputador Blue Gene/P foi capaz de validar 9 terabytes de dados em menos de 20 minutos sem que sua precisão fosse comprometida. Sem o novo algoritmo, esta tarefa levaria alguns dias.
Os pesquisadores da IBM informaram que o novo algoritmo tem cerca de mil linhas de código e será um componente chave na criação de medidores inteligentes, por exemplo.

Além disso o novo algoritmo também poderá ser usado para análise sobre níveis de poluição ou tendências de uso da eletricidade.


Parte do novo algoritmo desenvolvido pelos pesquisadores da IBM


Dr. Costas Bekas, da IBM Research, escrevendo parte do novo algoritmo

Vladimir Soster

Atualização é opcional e entra em contato com a Microsoft a cada 90 dias para verificar legitimidade do sistema operacional.

Como prometido, a Microsoft começou a oferecer aos usuários do Windows 7 uma atualização para o software anti-pirataria da empresa via Windows Update. A atualização para o Windows Activation Technologies (WAT), programa antipirataria anteriormente conhecido como Windows Genuine Advantage (WGA), foi massacrada por críticos.

No começo do mês, a co-fundadora da People For Internet Responsibility (PFIR), Lauren Weinstei, pediu para usuários do sistema operacional bloquearem a atualização opcional, dizendo que o WAT é inaceitável por examinar o PC do consumidor a cada 90 dias para garantir que o micro rode uma versão legítima do Windows 7.

Quando anunciou a atualização do WAT no dia 11 de fevereiro, a Microsoft informou que a revisão era necessária para detectar mais de 70 “exploradores de ativação”, termo usado pela empresa para designar o que outros chamam de “crack”, que ativa o produto usando chaves roubadas em cópias ilegais do Windows 7.
Na época, a Microsoft disse que a atualização do WAT periodicamente “ligaria para casa”, ou para os servidores da Microsoft, para revalidar a cópia do Windows 7 como legítima, assim como usaria as oportunidades para atualizar assinaturas de ativação e detectar novos cracks. Inicialmente, disse o gerente do grupo de ativação da Microsoft, Joe Williams, o WAT se conectaria à empresa a cada 90 dias.

Usuários do Windows 7 que têm o Windows Update configurado para baixar e instalar atualizações automaticamente receberão o WAT – classificado como KB971033 – sem precisar fazer nada.

Para bloquear a atualização, marcada como “importante”, usuários devem configurar o Windows Update para que o programa avise quando chegam novas atualizações. Assim, antes da instalação ser feita, uma janela com pedido de autorização surgirá no sistema.
Como diversas atualizações do Windows, a KB971033 está marcada apenas como “Atualização para o Windows 7 (KB971033)” no Windows Update. Apenas quando os consumidores selecionam a atualização aparece uma descrição mais detalhada.

Ainda assim, a descrição não fala sobre a função de validação repetitiva.
Usuários cujo PC já baixou e instalou a atualização do WAT podem desinstalá-la pelo Painel de Controle. A opção de desinstalação também é nova para o software anti-pirataria da empresa. As atualizações do antigo WGA não podiam ser desinstaladas.