_LogoSOSTER_TIVladimir Soster – SRTE-RO 1060
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook

BADOO
Link para a página original

O dia 7 de fevereiro marca os 60 dias até o fim do suporte ao Windows XP, que será encerrado oficialmente no dia 8 de abril de 2014.

Ao longo dos últimos meses, a Microsoft tem oferecido ferramentas e recursos para deixar o processo de atualização mais fácil e assim ajudar a minimizar o impacto do fim do suporte ao Windows XP. Pelo menos dá para ter certeza que não foi falta de aviso.

MICROSOFT ALERTA: 60 DIAS PARA O FIM DO SUPORTE AO WINDOWS XP

Se você ainda usa o Windows XP, confira as etapas abaixo para ver se você está pronto para deixar este sistema operacional da Microsoft.

  • Primeiro passo: Confirme que a máquina está executando o Windows XP. Se a tela inicial não tiver sido personalizada, você verá o papel de parede tradicional do XP ao ligar o PC. Você também pode confirmar essa informação clicando no botão Iniciar. Em seguida, escreva winver e pressione Enter.
  • Segundo passo: Escolha um novo PC. O caminho mais simples para o Windows 8.1 é com hardware novo e muitas opções e ofertas para os consumidores. Fique por dentro das ofertas mais recentes de PCs e tablets com Windows por meio do Guia de compras de computadores com Windows 8.1 e descubra como escolher um PC novo.
  • Terceiro passo: Transfira seus arquivos. Nossos PCs contêm memórias cheias de fotos, arquivos e música que você vai querer acessar em um novo dispositivo. Há diversas opções para transferir arquivos, seja usando armazenamento na nuvem ou usando um disco rígido externo.
  • Quarto passo: Conheça o Windows 8.1. Uma vez que o PC ideal tenha sido escolhido e os arquivos migrados, você estará pronto para explorar o Windows 8.1. Siga os vídeos para entender como obter tudo o que o Windows 8.1 tem a oferecer. Esses quatro passos simples ajudarão você (e outras pessoas) a fazer a atualização para um Windows mais moderno. Como a data do fim do suporte ao Windows XP está cada vez mais próxima, a Microsoft Brasil continuará postando em seu blog sobre as ofertas e recursos mais recentes para consumidores. Fique ligado!

SOBRE O WINDOWS XP

O Windows XP foi lançado pela Microsoft em 25 de outubro de 2001 como o sucessor do Windows ME e Windows 2000. Um dos destaques desta versão na época do lançamento foi a unificação da facilidade de uso da linha 9x com a robustez da linha NT.

O sistema operacional foi lançado inicialmente em duas versões: Home Edition e Professional. Edições como a Starter Edition, voltada para mercados emergentes, Tablet PC Edition e Media Center Edition também foram lançadas pela Microsoft.

Microsoft alerta: 60 dias para o fim do suporte ao Windows XP

Embora ele tenha sido bem sucedido comercialmente, o Windows XP foi assolado por diversas falhas de segurança nos meses que se seguiram após o seu lançamento. Para tentar reverter este quadro, o Service Pack 2 do sistema operacional trouxe mais do que apenas correções de bugs. Ele trouxe novidades como a Central de Segurança (foto acima), novo firewall, suporte para prevenção de execução de dados (ou DEP) e outras.

O último Service Pack do Windows XP foi lançado em 2008.

_LogoSOSTER_TIVladimir Soster – SRTE-RO 1060
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook


Por Marcelo Vitorino
Link Para a Página Original

A produção de um canal digital com a finalidade de audiência e conversão mistura forma, processo e conteúdo. Nos cursos ministrados pela Presença Online, damos uma série de informação para ajudar a organizar a produção. Separei 10 dicas que considero fundamentais para seu blog/site/portal:

10 dicas para aumentar a audiência através da produção de conteúdo

Fique de olho na audiência orgânica

Olhe sempre o Google Analytics e identifique quais as páginas mais acessadas. Tente entender o motivo e as melhore. Cuidado ao espalhar links nelas, se forem irrelevantes a página pode sofrer penalizações.

Mantenha contato

Invista em formulários para cadastrar usuários e utilize um sistema de newsletter. Recomendo Mailchimp para listas com menos de 50 mil e-mails. Para listas maiores, utilize Mandrill, Sendgrid ou outro similar. Ao lidar com bases antigas ou de procedência duvidosa, recomendo higienizar a lista com ferramentas como a BriteVerify.

Ajude o Google a levar usuários para seu site

Use os campos de “meta tags” com sabedoria, principalmente Title, Description e Keywords. Os dois primeiros são os que aparecem nos resultados de busca quando o usuário procura por algo. No caso das keywords, o Google parou de usar, mas vale para o Bing e para indexação interna. Também fique de olho em Rich snippets (microdados, microformatos, RDFa e Marcador de dados).

Tome cuidado com o plágio virtual

Quando colocar conteúdo de terceiros, não esqueça de usar a categoria de citação (blockquote) no texto e não deixe-o ser superior a 49% do conteúdo publicado.

Mantenha o usuário atento

Retenha a atenção do usuário compondo as mensagens utilizando uma lógica (chamada, informações sem juízo de valor, o que o usuário tem a ver com o conteúdo, o que o usuário tem a ganhar com o conteúdo, chamada para uma ação). Cada bloco pode ter um ou mais parágrafos. Teste diversas ordens e veja qual a melhor para o seu canal.

Valorize o conteúdo e comande o show

Deixe claro o propósito do conteúdo e o valor que aquela informação agrega e não esqueça de demandar algo (comentário, compra, compartilhamento). O usuário está acostumado a ler ou assistir, tire-o do conforto! Sensibilize, motive e mobilize.

Broto verde sobre fundo branco
É preciso plantar para colher

Cuidado com descrições e dimensões das imagens

Não esqueça de incluir imagens com descrições úteis e textos alternativos. Retire links para a url da imagem quando necessário. Também fique de olho nas dimensões delas, mais do que 500 pixels de largura pode ser um problema na maioria dos blogs.

Resuma o conteúdo

Capriche muito no primeiro parágrafo, utilizando as principais palavras-chave nele. Construir um bom primeiro parágrafo pode evitar o efeito “zap” do controle remoto. As pessoas precisam entender do que aquele conteúdo tratará.

Entenda as tendências de consumo

Identifique quando o conteúdo deve ser publicado utilizando o Google Trends. Veja se há demanda pelo tema e identifique palavras complementares com o Google Adwords. Se você souber sobre o que as pessoas procuram, ficará mais fácil escolher o que produzir.

Planeje a regularidade da publicação e as interações.

Distribua o conteúdo com regularidade. Mais vale agendar um conteúdo por dia do que publicar cinco conteúdos de uma só vez. Isso também dará ao seu canal certo dinamismo. Cabe esquentar o tema nas redes sociais antes de disseminar o conteúdo final. Isso pode ser feito através da disseminação de uma frase, enquete ou até outro texto similar.

Há muito mais, mas só isso já dá um trabalho enorme. Mesmo assim, quando comparamos as diversas formas de atrair leitores, a produção de conteúdo ainda tem a melhor relação entre o custo e o benefício. Até mais.

_LogoSOSTER_TIVladimir Soster – SRTE-RO 1060
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook


Por Marcelo Vitorino • 21/03/2014 • Marketing digital, Político

Desde 2002 estive envolvido em campanhas políticas, primeiro com as tradicionais, atuando na mobilização ou em conjunto com as equipes de estratégia. A partir de 2008 passei a integrar times digitais, onde minha estreia nesse segmento foi com a campanha de Gilberto Kassab para a prefeitura de São Paulo.

De lá para cá, treinei profissionais, planejei ações e coordenei equipes em todas as esferas (legislativo e executivo), bem como, angariei experiência  com campanhas para todos os cargos eletivos (presidente, governador, senador, deputado, prefeito e vereador).

Nestes anos acompanhei a dificuldade que boa parte dos candidatos tem quando querem usar a internet para angariar votos. A falta de visão sobre as possibilidades e a de profissionais capacitados para o trabalho são os principais problemas.

É preciso entender o ambiente digital, o comportamento do usuário conectado, as ferramentas que podem ser utilizadas, as oportunidades e os perigos que a rede oferece para uma eleição.

A conclusão que cheguei é que o melhor caminho para mudar esse quadro seria a disseminação de conhecimento e não há momento mais oportuno para essa ação.

O resultado de tudo isso é um e-book recheado de dicas, números e conceitos que todo candidato deveria saber sobre eleições na internet. As dez primeiras páginas estão logo abaixo.

Você pode fazer o download do material completo se cadastrando no formulário que há neste link.
Um e-mail será enviado para você com o link para download. Caso não o receba sugiro que olhe na sua caixa de spam. Qualquer problema entre em contato conosco.
Link da página Original

TESTE DE POSTAGEM

Publicado: 23/03/2014 em Dicas

Estou testando novamente o sistema de postagem, se der certo, voltarei a postar com frequencia.

_LogoSOSTER_TIVladimir Soster – DRT 1060/RO
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook

 

A Microsoft anunciou nesta semana a compra da divisão de celulares da Nokia por €5,44 bilhões em dinheiro (cerca de US$ 7,17 bilhões). Com a aquisição da divisão Devices & Services, a Microsoft também licenciará e usará as patentes e os serviços de mapeamento da Nokia.

nokia

Microsoft anuncia compra da divisão de celulares da Nokia

A Microsoft anunciou a compra da divisão de celulares da Nokia em um press release divulgado em conjunto. O processo de aquisição, que ainda precisa ser aprovado por acionistas e agências reguladoras, deve ser concluído no primeiro trimestre de 2014.

De acordo com o press release, 32.000 funcionários da Nokia serão transferidos para a Microsoft. Destes 32.000 funcionário, 4.700 trabalham na sede da empresa na Finlândia.

Microsoft anuncia compra da divisão de celulares da Nokia

Com a compra da divisão de celulares da Nokia, a Microsoft passa a ser dona da marca de smartphones Lumia. Os aparelhos rodam o sistema operacional Windows Phone, que começou a ser utilizado pela Nokia em 2011.

Além da marca Lumia, a Microsoft também passará a ser dona da linha de telefones celulares Asha. Esta linha oferece aparelhos mais baratos para quem não quer gastar muito em um smartphone mais completo.

Embora a marca Asha agora pertença à Microsoft, a Nokia continuará responsável pelas vendas destes aparelhos.

Já sobre as patentes, a Microsoft tem 10 anos para utilizá-las e mais quatro anos para utilizar os serviços de mapeamento Nokia HERE. A Nokia também poderá utilizar as patentes da Microsoft nos serviços de mapeamento Nokia HERE.

Com a compra da divisão de celulares da Nokia pela Microsoft, Stephen Elop, atual CEO e presidente da empresa finlandesa, deixará sua posição para assumir o posto de vice presidente da divisão Devices & Services. O chairman Risto Siilasmaa assumirá o posto de CEO interino.

Elop e outros executivos da Nokia passarão a fazer parte da Microsoft quando o processo de aquisição for concluído.

_LogoSOSTER_TIVladimir Soster – DRT 1060/RO
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook

 

Companhia quer popularizar ferramenta e facilitar
o processo de impressão para usuários.

Divulgação

A impressão 3D é divertidona e, mais do que isso, pode ser bastante útil — se até a NASA está levando uma impressora dessas para a Estação Espacial Internacional, alguma utilidade ela tem. Embora as impressoras 3D ainda sejam um tanto inacessíveis pela questão do preço, o Windows 8.1 quer fazer a sua parte no processo de popularização delas. Para tanto, a Microsoft promete suporte total a essa nova leva de equipamentos na nova versão do sistema.

Na prática, o grande benefício que o Windows 8.1 traz à impressão 3D é facilitar o workflow de quem trabalha com elas. Em vez de passar o projeto em vários softwares em preparação para a impressão, o sistema lista as impressoras conectadas, se integra à Charm Bar para acesso rápido e faz aquele meio de campo entre o projeto na tela e o objeto 3D impresso. Há diferenças, em processo e padronização, entre uma impressão convencional, no papel, e uma 3D; o Windows 8.1 torna essa última mais parecida, do ponto de vista do usuário, com a primeira. Para os desenvolvedores, isso significa mais facilidade para integrar impresssoras 3D em seus apps.

Durante a BUILD 2013, a Microsoft exibiu um punhado de impressoras 3D gerando coisas legais a partir de máquinas com Windows 8.1. Embora ainda seja um recurso de nicho, é bom ver a empresa se antecipando a uma tendência que só tem a crescer. O post do Extreme Windows, blog oficial da Microsoft para assuntos Windows mais hardcore, traz mais detalhes (em inglês).

_LogoSOSTER_TIVladimir Soster – DRT 1060/RO
Me siga no Twitter
Me siga no Facebook

 

Gizmodo

Agora é oficial: o Windows 8.1 será mesmo lançado em outubro. No dia 17 de outubro, para ser mais preciso.

Em um post recheado de links no blog oficial do Windows, a informação que interessa está em uma frase apenas: o Windows 8.1 será disponibilizado no mundo inteiro a partir da meia noite do dia 18 de outubro… na Nova Zelândia. No Brasil, isso significa às 8h da manhã do dia 17.

A atualização para quem já tem o Windows 8 será gratuita e feita através da Loja do Windows. A Microsoft avisa, no mesmo post, que no dia seguinte, 18 de outubro, o sistema operacional começará a ser vendido no varejo e pré-instalado em computadores, tablets e híbridos novos, embora não cite preços ou se aquela promoção de Windows a R$ 69 voltará.

O Windows 8.1 chega menos de um ano depois do lançamento do Windows 8 — ele foi liberado no dia 26 de outubro de 2012. A nova versão trará refinamentos e melhorias baseados no feedback recebido dos usuários.